Início Esportes Brasileira herda prata do Parapan após punição a norte-americana Poliana Sousa sobe...

Brasileira herda prata do Parapan após punição a norte-americana Poliana Sousa sobe um degrau no lançamento do dardo na classe F54

22
0

A mineira Poliana Sousa herdou a medalha de prata do lançamento de dardo nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (Peru), em 2019, na classe F54 (cadeirantes com baixo controle de tronco). A brasileira se beneficiou da suspensão de quatro anos por doping da norte-americana Sebastiana Lopez, decretada pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês).

Poliana Souza compete no lançamento do dardo no Parapan de Lima, no Peru, em 2019.
Poliana Souza compete no lançamento do dardo no Parapan de Lima, no Peru, em 2019. – Douglas Magno / EXEMPLUS / CPB

Segundo o IPC, o exame de Lopez, feito em 26 de agosto do ano passado durante o Parapan de Lima, detectou a substância proibida GW501516, classificada pela Agência Mundial Antidoping (Wada) como modulador hormonal e metabólico. A norte-americana teve todos os resultados obtidos em Lima desconsiderados, inclusive o recorde mundial no lançamento do disco. Ela só poderá voltar a competir em 4 de setembro de 2023.

A prova do lançamento do dardo na classe F54 foi vencida pela colombiana Yanive Martínez. Com a punição a Lopez, a chilena Francisca Mardones herdou a medalha de bronze.

Natural de Uberaba (MG), Poliana lesionou a coluna aos quatro anos, após um atropelamento. Na Associação do Deficientes Físicos da cidade em que nasceu (Adefu), conheceu várias modalidades adaptadas, apaixonando-se pelo atletismo. Participou das Paralimpíadas de 2008 (Pequim, na China) e 2016 (Rio de Janeiro). Na última edição dos Jogos, foi a quinta do arremesso de peso e a sexta do lançamento de dardo.

 

Edição: Gustavo Faria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui